O Amor de Jesus

“E traziam-lhe meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que lhos traziam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele. E, tomando-os nos seus braços, e impondo-lhes a mãos, os abençoou.”

Jesus ama todas as crianças neste mundo e quer estar presente em suas vidas. Ele tem um plano para cada uma para que tenha uma vida feliz.

 

Uma vez quando conversava com um amigo, Jesus disse que as crianças são muito mais importantes para Deus do que as flores e os passarinhos.

Os pássaros não plantam sementes e não guardam comida. Deus lhes dá sementes e insetos para se alimentarem. As lindas flores do campo tão delicadas e cheias de cores têm uma vida de apenas algumas horas ou dias. No entanto, para Deus as crianças são muito mais importantes do que os passarinhos e as flores. Ele sempre cuida delas. Leia Mateus 6:25-33.

Deus dá roupa e comida para as crianças e quer que sejam boazinhas e bondosas; quer que confiem nele, pois sabe o que é melhor para elas. Deus é amoroso e quer ajudar quem está passando por dificuldades, doenças ou tristezas. A Bíblia diz que “se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve” (1 João 5:14).

Um pai tinha dois filhos. O caçula pediu: “Eu quero o dinheiro da minha herança”. O pai ficou triste, mas deu ao filho o que pediu. Satisfeito, o filho saiu de viagem, indo bem longe de casa. Logo teve muitos amigos que o ajudaram a gastar seu dinheiro em festas e coisas erradas. Não demorou para ficar sem dinheiro. Seus amigos o abandonaram.

Sem dinheiro para comprar comida, arrumou serviço com um homem que criava porcos. Mesmo assim, estava com fome o tempo todo.

Este rapaz pensou: “Os empregados do meu pai sempre comem bem. Sei o que vou fazer. Vou voltar para casa e dizer a meu pai: ‘Eu errei muito e não mereço mais ser seu filho. O senhor me deixaria ser seu empregado’ ” Com isso o rapaz iniciou a longe viagem de volta para casa.

O pai sentia a falta do filho e esperava pelo dia em que voltasse para casa. Assim, um dia ele viu seu filho, ainda longe, descendo a estrada para casa. Ele saiu correndo para encontrá-lo e deu-lhe um abraço bem forte.

O filho disse:

— Pai, eu errei muito e não mereço mais ser seu filho. Quero ser seu empregado.

Mas, o pai já havia perdoado o filho há muito tempo. Ele chamou seus empregados e pediu:

— Arrumem roupas novas para meu filho e matem uma novilha para fazermos uma festa. Achei que este filho meu estivesse morto, mas agora voltou para casa. (Leia Lucas 15:11-24)

Esta historinha nos mostra o quanto Jesus ama os pecadores. A Bíblia diz “que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” (Lucas15:10).

Na Bíblia, no livro de Lucas, capítulo 10, versos 30-35, encontramos outra história que mostra como Jesus ama a todos.

Um homem estava andando sozinho numa estrada quando foi atacado por ladrões. Os ladrões roubaram seu dinheiro e suas roupas. Bateram muito nele e depois fugiram. O homem estava tão machucado que não conseguiu ficar em pé.

Daí a pouco um sacerdote desceu pela mesma estrada. Ele viu o coitado deitado no chão, mas passou do outro lado da estrada sem parar.

Um levita desceu pela mesma estrada. Quando viu o homem machucado, parou para ver do outro lado da estrada, mas não o socorreu.

Passou mais um tempo e um samaritano montado num burrinho passou pela mesma estrada. Quando viu o homem machucado, parou e desmontou. Teve muito dó do homem. Lavou suas feridas, pôs remédio e as enfaixou. Colocou o homem em seu burrinho e o levou a uma pensão onde podiam cuidar dele.

No dia seguinte o bom samaritano teve que continuar sua viagem. Chamou o dono da pensão e disse:

—Tome aqui um dinheiro para você cuidar do homem. Na volta passarei aqui. Se tiver gastado mais do que isso, eu pago a diferença.

Jesus quer que tratemos as pessoas que estão passando por necessidades com amor e bondade. Quando o amor de Jesus está presente em nossos corações, não vamos fazer nada por egoísmo ou maldade. Seremos generosos e procuraremos entender o que os outros estão sentindo e ajudá-los no que for possível. A Bíblia diz: “Servi-vos uns aos outros pelo amor” (Gálatas 5:13).

Precisamos amar os nossos inimigos e perdoar os que nos maltratam, nunca retribuindo o mal com o mal.

Quando realmente amamos a Jesus, vamos tratar bem os nossos amigos, obedecer aos pais e sentir prazer em contar aos outros o que o Senhor tem feito por nós.

Jesus nos amou tanto que sofreu e morreu na cruz para nos salvar dos nossos pecados. Devemos amá-lo e estar dispostos a entregar nossa vida a ele.

“Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro” (1 João 4:19).