Como Sair Da Prisão

Por que existem prisões?

Algumas pessoas abusam da sua liberdade ao ponto de tirar a liberdade dos outros. Cometem violências e perturbam os outros, negando-lhes assim a liberdade de viverem em paz e segurança. Através de roubos e vandalismo, tiram a liberdade de suas vítimas de usufruir os benefícios conquistados pelo trabalho. É por isso que a sociedade tem achado por bem promulgar leis que restrinjam a liberdade destas pessoas, permitindo assim que os cidadãos honestos gozem o direito à liberdade que têm.

Há pessoas que pensam estar alcançando a liberdade, quando na realidade estão sendo levadas à escravidão por forças ocultas. Quem conta uma mentira fica escravo daquela mentira e muitas vezes tem que contar outra para cobrir a primeira. Jovens que começam a fumar, beber ou usar drogas, descobrem mais tarde, quando resolverem parar, que não conseguem. Outros desmancham o casamento na expectativa de novos prazeres, e no fim ficam sem a família e sem os prazeres que esperavam.

Não podemos escapar das consequências das nossas ações. A liberdade sem limitações sempre nos leva à prisão – ou uma prisão com muros de vícios e uma vida pecaminosa que tiram a nossa liberdade, ou então uma prisão com muros de pedra e grades nas janelas.

Olhemos agora a vida cristã. Como é possível a vida cristã oferecer liberdade quando na realidade parece tirar a liberdade da pessoa?

Texto completo de: Como Sair Da Prisão

Deus o Pai nos criou e estabeleceu certas forças e leis que governam as nossas vidas (leia Atos 17:24-26). É somente quando nos dispomos a viver de acordo com estas leis que conseguimos a verdadeira liberdade e felicidade. Por outro lado, se tentarmos viver sem as leis de Deus, descobriremos que, por mais que procuremos a liberdade e felicidade, acabaremos na escravidão.

O segundo ponto que devemos considerar é o que a Bíblia fala sobre o diabo. As Escrituras nos ensinam que viver sem as leis de Deus nos coloca numa posição onde não gozamos da proteção de Deus, pois estamos no território do inimigo. O único interesse do diabo é de nos manter encarcerados para não nos aproximarmos de Deus (leia 1 Pedro 5:8).

Você entendeu o que estamos dizendo? A sua própria vida não é prova de que isto é verdade? A escravidão é uma consequência natural na vida de quem procura a felicidade nas promessas do diabo. A verdadeira liberdade, a verdadeira felicidade, a libertação dos temores e do sentimento de culpa e condenação, são conseguidas apenas quando estamos em paz com Deus e vivemos dentro de suas leis.

Olhemos as palavras de nosso Salvador: “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar aos pobres. Enviou-me para apregoar liberdade aos cativos, dar vista aos cegos, pôr em liberdade os oprimidos, e anunciar o ano aceitável do Senhor. Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos” (Lucas 4:18, 19, 21). Você deseja sair da prisão?

 

Triste e sombrio foi meu viver       

        Longe de ti, meu Salvador;

Paz e perdão de ti venho obter,

        Junto de ti, Senhor.

Foi grande a luta da provação,

        Tenho sofrido muita aflição;

Pra confortar o meu coração,

        Venho a ti, Senhor!

Minhas vaidades atirarei

        Longe de mim, ó Salvador;

Pois teu querer será minha lei,

        Te servirei, Senhor.

O teu amor desejo provar,

        A tua graça quero gozar.

Sempre contigo almejo ficar;

        Teu sempre quero ser.

 

Contate-nos

Pedir Folhetos

Quem está lhe chamando?-É um inimigo ou um amigo?

O cordeiro escutando.

Evangelho de João 10:1-18

Já aconteceu de você ouvir alguém lhe chamar pelo nome, sem saber de onde vinha esta voz? Ou talvez não deu para ouvir direito devido a outros barulhos.

Preste atenção! Saiba que alguém lhe está chamando. Sim, chamando por você!

Texto completo de: Quem está lhe chamando?-É um inimigo ou um amigo?

Quem é você? Qual é seu nome? De onde você veio? Onde você mora? Para onde vai?

Você conhece o nome de sua cidade. É possível que nunca viajou para outro lugar. No entanto, sabe que sua cidade faz parte de um país bem grande, e que os diversos países compõem o mundo.

A Bíblia

Faz mais de seis mil anos que este mundo foi criado. Foi criado por Deus. Ele tem um Livro que chamamos de Bíblia, que conta como ele criou o mundo, o primeiro homem e a primeira mulher. Deus criou o homem em sua semelhança.

Desde aquele dia, muitas crianças já nasceram. E muita gente já morreu. Bilhões de pessoas já nasceram e morreram.

Você é filho de seus pais, mas foi Deus quem lhe fez. Ele fez todas as coisas. Você já parou e pensou na maneira maravilhosa em que Deus criou as coisas, inclusive você?

Seus pais puseram nome em você. Deus sabe qual é o seu nome. Sabe como se chamam todas as pessoas. Não importa a língua que você fala, Ele sabe seu nome. Sabe tudo!

Deus nos criou, e por isso conhece tudo a nosso respeito. Ele nos ama, porque na realidade, pertencemos a ele. Deus é o nosso Pai celestial. Ele se importa conosco muito mais do que os nossos próprios pais.

Deus

Deus sempre existiu. Ele vai viver para sempre. Portanto, a vida que ele nos dá é uma vida que nunca vai ter fim. Está certo, os nossos corpos vão morrer, mas aquela vida dentro de nós, a alma, vive para sempre.

Você conhece a Deus? É possível que você pergunte: “Quem é Deus? Onde ele está?”

Quer saber as respostas a estas perguntas? É claro que quer! Bem no fundo do coração, todos querem saber.

Você nunca viu a Deus, não é isso? Mas isso não quer dizer que ele não existe.

Existe apenas um Deus. Não há lugar para outro, porque Deus é tão grande que enche o céu e toda a terra. Na mesma hora ele está em todo lugar. Deus vive no céu, um lugar lindíssimo. Mas também vive no coração das pessoas que obedecem à sua voz.

Como posso chegar a conhecer a Deus? É isso que você está se perguntando? Deus tem um plano maravilhoso que nos ajuda a conhecê-lo.

Um dia aconteceu um grande milagre. Lá do céu, Deus mandou seu Filho Jesus a este mundo. Ele nasceu neste mundo como um nenê. Cresceu igual a qualquer outra criança e chegou a ser um homem. Só que tinha uma grande diferença: Jesus também era Deus. Durante três anos, andou falando às pessoas sobre o amor de seu Pai. Disse que Deus é Santo e não tolera o pecado.

Foi por isso que Deus permitiu que homens maus cravassem Jesus numa cruz, para nos salvar de nossos pecados. O amor de Jesus era tão grande que morreu para nos salvar!

Jesus é o sacrifício que é capaz de perdoar todos os pecados jamais cometidos, inclusive, todos os pecados que você já cometeu, e os pecados de todas as crianças e adultos neste mundo.

Jesus continua pendurado na cruz? Não! Morreu e foi sepultado. Ficou na sepultura? Não! Depois de três dias ressuscitou, sendo mais poderoso do que a morte. Passou mais uns poucos dias aqui na terra e voltou para o céu. Agora está esperando o dia quando Deus vai acabar com este mundo. Então ele será o Juiz de todas as pessoas.

Você conhece o Evangelho de João? Procura ler o capítulo 10. João escreve aqui as coisas que Jesus falou ao povo. Tudo que ele disse é verdade até hoje. Jesus diz que ele é o Bom Pastor e que dá a sua vida pelas ovelhas. E nós somos as ovelhas, sabia? Suas ovelhas conhecem a sua voz. Chama as ovelhas pelos seus nomes. Elas não seguem um estranho.

O estranho — a outra voz

Quem é o estranho? Aquele de quem devemos fugir! Ele é ladrão! Não gosta das ovelhas. É um mentiroso. Inclusive, ele só sabe mentir. É o diabo, o nosso inimigo. Seu nome é Satanás.

Antes de Satanás ser o inimigo de Deus, ele era um anjo no céu. Mas ficou orgulhoso e começou a querer ser Deus. Foi por isso que começou a brigar com Deus. Alguns dos anjos o ajudaram. Mas Deus, que é mais poderoso, pois tem todo poder, ganhou. Expulsou Satanás e os seus seguidores do céu. É por isso que Satanás odeia Deus.

Mas, como Satanás não pode chegar perto de Deus mais, ele agora fica com raiva das ovelhas de Deus, no caso, nós. Sendo que Satanás pecou, quer que todos pequem. Mas o pecado nunca mais entrará no céu.

Existe um outro lugar. É o lugar que Deus preparou para o diabo e seus anjos. Chamamos este lugar de inferno. O inferno é um lugar de castigo e tormento. É um fogo que nunca se apaga. É o lugar onde o diabo e seus seguidores serão castigados para todo o sempre. É o lugar mais terrível que existe, o lugar para onde Deus vai mandar as pessoas que preferem ouvir a voz de Satanás.

Satanás não quer que pensemos no inferno. Não quer que pensemos em Deus. É por isso que faz o possível de desviar a nossa atenção das coisas de Deus. Satanás quer que escutemos a sua voz.

Você já ouviu a voz de Satanás, bem no seu coração? A voz do estranho?

Às vezes ele faz de conta que tem muitas coisas boas para nos oferecer. Quer que pensemos assim: “Sou melhor do que os outros. Sou mais importante. Quero ficar em primeiro lugar. Quer apanhar? Eu brigo se for preciso. Roubar não tem nada, desde que ninguém me pegue. Que é que tem se eu contar mentiras? Todo mundo mente. Pensar coisas erradas não tem problema. Afinal, ninguém sabe o que penso. Se eu uso palavrão, aí sou homem.”

Você também pode ter pensado, em algum momento de desespero, “Não adianta mesmo, sou ruim demais. Prefiro morrer.”

Esta é a voz do diabo. Ele só sabe mentir. É por isso que quer que nós também mintamos. Ele é ladrão e por isso quer que nós roubemos. Ele é assassino. Por isso quer que odiemos os outros.

Quando você obedece a esta voz, como se sente por dentro? Se sente bem? É claro que não! Deixa a gente toda atrapalhada. Podemos até sentir vontade de sumir. É isso que Satanás quer! Gosta de fazer as coisas no escuro para os outros não saberem que é ele.

Jesus — a voz do bom Pastor

Você conhece a Jesus, o Bom Pastor? Gostaria de ser uma das ovelhas dele? Gostaria de entender quando ele fala?

Mas é claro! E é possível. A primeira coisa é parar de prestar atenção à outra voz.

E agora, quando você está bem quieto, ouvirá a voz mansa de Jesus falando, pedindo que lhe entregue sua vida toda. Vai pedir que você sinta tristeza pelos seus pecados, e que os confesse.

Talvez você já teve momentos em que pensou assim: “O que vou fazer com tantos problemas? Sou tão ruim. Não queria ser assim. Queria sempre ser bom. Queria estar num lugar onde a gente não passa fome, onde as pessoas não adoecem. O que vai acontecer comigo quando eu morrer?”

É possível que você já tenha tido muitos outros pensamentos deste tipo. Aquela é a voz de Jesus lhe chamando.

Há dias em que você está triste, sem saber por quê? Ou às vezes sente uma profunda solidão, mesmo não estando sozinho? Pode ser que você esteja com saudade de Deus, aquele que o criou e lhe ama. Ele é o Bom Pastor, que anda chamando as ovelhas perdidas. Ele chama, chama…,procura, procura… Está procurando você!

Quando este Bom Pastor lhe chamar, responda. Diga-lhe o que está sentindo, que está triste pelos pecados que cometeu. Diga-lhe como se sente, e peça que lhe salve. Quando conversamos com Deus assim, chamamos isto de oração.

Você alguma vez orou ao Deus do Céu? Mesmo que nunca orou antes, ore agora. Ele ouvirá e entenderá. Ele lhe dará a paz que seu coração deseja.

Você gostaria de ser uma ovelha deste Pastor? Ele quer ser seu melhor Amigo. Vai tirar o peso de pecado que está sentindo em seu coração. Ficará tão feliz depois. Será amoroso e bondoso. Aí, ele vai lhe ajudar a acabar com o medo que sente agora.

Mesmo que os outros lhe criticarem por querer ser cristão, lembre que Deus vai lhe ajudar. E mesmo se o estranho voltar para lhe tentar, pode confiar em Jesus. Vai lhe ajudar a vencer as tentações.

Quando você estiver seguro nos braços amorosos do Bom Pastor, será tão feliz. Terá a certeza de que um dia ele lhe levará para o céu, onde estará com Deus por toda a eternidade.

 

Contate-nos

Pedir Folhetos

Salvação Eterna

Não há nada mais importante neste mundo do que a salvação da nossa alma. A salvação determinará onde passaremos a eternidade.

Jesus Cristo resume a grande urgência deste assunto com a seguinte pergunta: “Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).

A salvação está intimamente relacionada à vida eterna. “E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna” (1 João 2:25). “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Jesus disse: “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (João 14:2-3). Este é o lugar de vida sem fim onde “não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor” (Apocalipse 21:4).

Segundo a Bíblia, os que não têm salvação estarão perdidos eternamente. Jesus “dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos… E irão estes para o tormento eterno” (Mateus 25:41, 46). Jesus diz que no fim ele enviará seus anjos para reunir todos os que praticaram a iniquidade para lançá-los “na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes” (Mateus 13:42).

“Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9:27).

Há salvação em Jesus Cristo

Texto completo de: Salvação Eterna

Todos precisam de um Salvador. A própria Maria, mãe de Jesus, falava de “Deus meu Salvador” (Lucas 1:47). Como todos nós, ela também precisava de um Salvador, pois todos temos pecado. A Bíblia diz: “Não há um justo, nem um sequer… Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:10, 23). São os nossos pecados que nos separam de Deus.

Jesus Cristo é o Salvador do mundo. Depois de conversarem com Jesus, algumas pessoas disseram: “Nós cremos; porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo” (João 4:42). Falando de Jesus, o apóstolo Pedro exclamou: “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12). O apóstolo João escreveu “que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo” (1 João 4:14). Também lemos que “esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens” (1 Timóteo 4:10).

Jesus Cristo morreu por nossos pecados (leia 1 Coríntios 15:3). João nos diz que Jesus morreu “pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo” (1 João 2:2). A morte de Jesus na cruz e sua ressurreição nos reconciliaram com Deus e abriram a porta da salvação.

É através do arrependimento dos nossos pecados e o novo nascimento pela fé em Deus que podemos ser salvos. Jesus disse: “Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7).

Numa de suas pregações, o apóstolo Pedro disse: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados” (Atos 3:19).

“Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores” (1 Timóteo 1:15).

Uma advertência da Palavra de Deus

A Palavra de Deus tem advertências que precisam ser entendidas e levadas a sério.

Em Hebreus 4:1 lemos: “Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fica para trás”. Jesus disse: “Vede não vos enganem” (Lucas 21:8).

O engano é um perigo real, pois existe um grande enganador, “a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo” (Apocalipse 12:9). Ele quer nos enganar sobre a salvação. O apóstolo Paulo escreveu sobre “outro Jesus”, “outro espírito” e “outro evangelho” e explica que “o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz” e que seus ministros se transfiguram “em ministros da justiça” (leia 2 Coríntios 11:3-4, 13-15).

O novo nascimento, que acontece através da fé em Jesus Cristo e o arrependimento de todos os seus pecados, muda totalmente a vida da pessoa. “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Coríntios 5:17). Quem realmente nasceu de novo tem o Espírito de Jesus Cristo. “Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (Romanos 8:9).

Quando um pecador penitente nasce de novo, ele abandona seus pecados. O apóstolo João escreve: “Quem comete o pecado é do diabo… Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado” (1 João 3:8-9).

“E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?” (Lucas 6:46).

Continuando salvo

Para continuar salvo depois de ser perdoado por Jesus e ter nascido de novo, há uma coisa básica que precisa sempre estar presente, que é a fidelidade.

Jesus disse: “Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos” (João 8:31).

Jesus também ensinou: “Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo” (Mateus 24:13). Falando com o anjo da igreja em Esmirna ele disse: “Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2:10). E para o anjo da igreja em Sardes, ele disse: “O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida” (Apocalipse 3:5). O apóstolo Paulo escreveu: “Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel” (1 Coríntios 4:2).

Deus julga com severidade a infidelidade. Hebreus 10:26-27 nos diz que “se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários”. Transgressões voluntárias não são perdoadas pelo sangue de Cristo enquanto o transgressor não se arrepender do seu pecado para ser restaurado à  comunhão com ele. O apóstolo Pedro também escreveu: “Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado” (2 Pedro 2:21).

Jesus disse: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me” (Mateus 16:24). Deus promete a salvação eterna para aqueles que são fiéis e lhe obedecem até o fim.

“E agora, filhinhos, permanecei nele” (1 João 2:28).

 

Contate-nos

Pedir Folhetos