Paz, Liberdade e Felicidade

Você alguma vez já pensou: “Se eu pudesse ser realmente livre, seria feliz e sentiria paz”? Muitos têm procurado esta liberdade acreditando que seria o segredo para a felicidade e uma vida de paz. Pensam que se pudessem se livrar de todas as restrições e fazerem o que bem entendessem, isto seria o segredo da felicidade. Seria?

As risadas e o ambiente de um bar mal-iluminado representam felicidade para algumas pessoas. Jovens com um carro, cerveja e cigarros ou drogas, pensam que passar a noite juntos sem restrições trará felicidade. Mas quando a noite termina, descobrem que aquilo não lhes trouxe paz nem felicidade.

A maconha, a cocaína e outras drogas pesadas prometem momentos de puro êxtase. Isto, sim, deve trazer felicidade, as pessoas pensam. E paz. É assim que acontece?

A música moderna que infiltra mente e alma anda de mãos dadas com as bebidas e as drogas, levando os usuários a novas alturas. Novamente, isso não traz verdadeira felicidade.

Sexo sem limites, deixando os desejos da carne correrem soltos, promete preencher o vazio da alma, mas apenas piora o sentimento de rejeição e decepção. Não, isso não traz felicidade.

Texto completo de: Paz, Liberdade e Felicidade

Hoje em dia muitos acreditam que a liberdade total para fazer o que quiserem é um direito do ser humano. Acreditam que não devem ficar cercados por regras e leis; que quem se entrega a estas coisas em sua procura pela paz e a felicidade não deve questionar se é certo ou errado, ou ter um sentimento de culpa. Para eles a liberdade total é o segredo da paz e da felicidade. No entanto, esta felicidade é ilusória e a pessoa se afunda cada vez mais na sua procura. Junto com isso vem o raciocínio que na procura pela felicidade os fins justificam os meios. Afinal de contas, dizem, todos merecem ser felizes.

Logicamente, todos estes excessos acarretam riscos – e daí as advertências de não beber e dirigir, que as drogas são perigosas, de praticar sexo seguro, e no caso de engravidar, que há o recurso do aborto. São saídas, mas não soluções.

Se este é o segredo da felicidade, por que as boates não preenchem o vazio da alma? Por que a depressão depois de fazer tudo que a carne pede? Por que o vazio? Por que uma noite de amor proibido não tranquiliza o coração? Se a liberdade total é o segredo da paz e da felicidade, por que sempre escorregam das nossas mãos? Por que a vida continua tão vazia e cheia de problemas sem solução?

Fazer o que bem quiser não é a verdadeira liberdade; nunca trará paz e felicidade. Uma vida sem restrições é pecado, pois a pessoa serve a si própria e não a Deus.

Em Mateus 11:28-29, Jesus disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas”.

E você…como está a sua vida? Você sente uma inquietação, um peso no coração? Os problemas da vida e as amizades duvidosas estão tirando sua paz e deixando-o com temores e um sentimento de culpa? Você às vezes chega a pensar que ninguém o ama, que ninguém se preocupa com você?

Deus o ama. Disso você pode ter plena certeza. Ele quer que você encontre a paz, a verdadeira liberdade e a felicidade que sua alma deseja. A verdadeira paz não depende de mais liberdade para fazer o que sua carne deseja, mas de entregar sua vontade a Deus. Quando você se entrega a Deus, encontrará descanso para sua alma. Jesus diz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá” (João 14:27).

Jesus lhe convida. Entregue todo o seu coração a ele – seu passado, seu presente e seu futuro. Arrependa-se dos anos que desperdiçou. Aí sim, encontrará a verdadeira liberdade, a verdadeira felicidade, a verdadeira paz e o verdadeiro amor. Você poderá enfrentar o futuro com esperança e com a certeza da vida eterna enquanto permanecer fiel ao Senhor. Que Deus o abençoe com uma vida de paz e descanso.

Contate-nos

Pedir Folhetos

Você Sabia?

Que todos têm pecado?

Muitas pessoas hoje em dia são como o homem que disse: “Sei que não mereço ir para o céu – mas também não mereço ir para o inferno”. Já que não são dos piores, acreditam que no fim Deus vai dar um jeitinho para irem para o céu.

O que a Bíblia fala do homem? “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível” (Jeremias 17:9), “Pois todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23), “Não há um justo, nem um sequer” (Romanos 3:10). Todos pecaram, inclusive eu e você. Somos como o homem que se perdeu na floresta. Ficou tão confuso que teve que sentar e esperar que alguém viesse procurá-lo. Você está perdido? Sabe por onde andar?

Que há esperança para você?

Não é preciso que você continue perdido no pecado. E não precisa se desesperar. Jesus Cristo abriu um caminho no qual todos podem ter uma vida feliz. Ele abriu a porta do céu para você. Não importa se é pobre ou rico, analfabeto ou de muito estudo, você pode aceitar o Senhor Jesus como Salvador. Em sua Palavra, ele diz: “O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6:37). Sim, há esperança para você. Você pode chegar ao Amigo de todos os homens e ser salvo de todos os seus pecados.

Que Jesus lhe dará a sua paz?

Um professor ofereceu um relógio de ouro a seus alunos e disse: “Eu dou este relógio a quem o pegar da minha mão”. Todos ficaram sentados – com exceção de um menino franzino. Quão grande não foi a surpresa dos demais alunos quando viram o menininho pegar o relógio! Não acreditavam que o professor estivesse falando sério. Achavam impossível alguém oferecer de graça um objeto tão caro. Mas não havia mais oportunidade. O relógio agora era do menino.

Jesus oferece algo muito mais valioso do que um relógio de ouro. Ele convida: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28). Muitos já aceitaram esse convite. E você?

Texto completo de: Você Sabia?

Neste instante ele está lhe chamando. Este convite é para você. Se já cansou do pecado, se as coisas não estão indo bem, e se os cuidados da vida estão pesando em você como uma grande pedra, então venha àquele que lhe oferece descanso. Ele quer apagar seu passado pecaminoso. Quer levar sobre si todos os seus problemas. Você pode entregar tudo em suas mãos porque ele lhe ama. Suas mãos estão estendidas. Ele quer ajudá-lo.

Que pode aceitar a Jesus agora?

O menininho acreditou em seu professor, foi até a mesa dele e recebeu o relógio. Da mesma forma você pode receber a salvação que Jesus lhe oferece hoje.

“Como assim?”, você pode estar perguntando. A Palavra de Deus responde claramente: “Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo” (Atos 16:31). Ao olhar para Jesus, você vê como a sua vida está acabada pelo pecado. Possivelmente pensa: “O meu caso não tem conserto. Não posso vir ao Senhor desse jeito”. Preste atenção às palavras de Jesus: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos”. Ele não pede que você elimine todos os pecados de sua vida, que se purifique, para depois vir a ele. Não. Pode vir a Jesus do jeito que você está. Confesse seus pecados a ele. Conte-lhe todos os seus problemas. Se prejudicou alguém, volte e peça perdão. É preciso ter fé que Jesus está lhe ouvindo. Estenda sua mão, e como o menininho, aceite a sua promessa. Ele encherá seu coração de paz e dará descanso para sua alma.

Vejamos que mais Jesus diz: “Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” (João 5:24). Preste bem atenção à última parte do versículo: “passou da morte para a vida”. Isto não precisa ser um processo demorado. O preço da sua salvação já foi pago. Se quiser, pode ficar livre de seus pecados agora. Jesus pagou o preço quando morreu na cruz. A sentença que pesava sobre você foi anulada. Agora depende de você olhar em fé para Jesus que morreu na cruz em seu lugar. Você acredita? Consegue aceitar as promessas de Jesus e deixar seu fardo de pecado ao pé da cruz? Ore a ele. Confesse seus pecados e receba o dom gratuito da paz. Nasça de novo e torne-se filho de Deus. No capítulo 3 de João, Jesus diz: “Necessário vos é nascer de novo”. Nascer de novo quer dizer nascer do Espírito de Deus.

Que com Cristo você pode ser feliz?

Quando você aceita a Jesus, seu desejo indominável pelo pecado começa a acabar. O pecado não lhe atrai como antes. Seu coração está cheio de paz e as ilusões deste mundo não lhe dão mais prazer.

Agora você gosta de orar. Gosta de ler, ouvir e estudar a Palavra de Deus. Você consegue amar todos, inclusive aqueles com quem antes não combinava muito bem. Em casa ou na igreja, você mantém comunhão com Deus através da oração. Isto lhe dá forças para dizer “não” ao tentador. Quando vierem as provações e as tentações, você sabe que Deus está perto, disposto a lhe dar uma mão para atravessar os lugares difíceis.

À medida que você cresce na vida cristã, passa mais tempo lendo a Palavra de Deus e orando a ele. Você descobre que a oração de fato é o “fôlego da vida” do cristão e que sem orar não consegue viver.

Que você pode trabalhar para Jesus?

Depois de salvo por Jesus, você sentirá vontade de fazer alguma coisa para ele. A primeira coisa será contar aos outros a experiência de conversão que teve com o Senhor Jesus. Seu coração estará transbordando e por isso vai querer que os outros experimentem a mesma coisa, que também recebam o dom da salvação.

À medida que vai aprendendo mais sobre a Palavra de Deus, poderá fazer coisas maiores, ajudando aqueles que ainda estão no pecado. Ou poderá ajudar na obra da igreja: na Escola Dominical, nas aulas bíblicas ou nos cultos. Havendo oportunidade, poderá dar seu testemunho de salvação publicamente. Deus vai lhe guiar para ser útil em sua vida cristã. Esta é uma maneira de honrar a Deus e de mostrar a sua gratidão por tudo que ele fez por você. Aquele que Deus salva, ele também chama para servir.

O apóstolo Paulo nos dá boas instruções sobre este assunto: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1 Coríntios 15:58).

É importante nunca nos esquecer de obedecer à Palavra de Deus e ao seu Espírito Santo, que nos guiam pelo caminho certo. Jesus deixa bem claro que temos que fazer a vontade de nosso Pai celestial (leia Mateus 7:21).

Que Deus vai lhe recompensar?

Como é que Deus recompensa as pessoas? Na realidade é uma recompensa dupla. Somos recompensados já nesta vida. Se permanecermos na graça de Deus, obedecendo à sua Palavra, resistindo ao inimigo, a maior recompensa virá depois, pois começa nesta vida e continua durante toda a eternidade.

Notemos novamente as palavras de Jesus. Ele diz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou. Não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:27). Esta paz é reservada para aqueles cujos pecados são perdoados, cujos corações são lavados pelo sangue de Cristo. É para aqueles que entregaram suas vidas a ele. Ele dá esta paz aos homens para que a vida cristã realmente tenha sentido. Mesmo tendo muitos problemas, se os entregar a Jesus, você poderá sentir a sua paz. Isto faz parte da recompensa que ele nos dá.

Ele lhe ajuda a resistir às tentações e ouve as suas orações quando clama, pedindo a sua ajuda. Esta é uma ajuda que o pecador não consegue.

Se permanecer fiel ao Senhor, você terá a sua recompensa no céu. Nesta vida poderá passar por decepções, mas no céu será felicidade sem fim. Nenhum dos problemas e preocupações desta vida entrará no céu. Você estará com Deus e seus santos anjos, e com todos os cristãos fiéis, durante toda a eternidade. Esta será a sua recompensa eterna.

Que Jesus virá em breve?

A Bíblia nos diz que Jesus voltará. Ele não virá como um Salvador amoroso, como na primeira vez. Virá como Juiz para dar “a cada um segundo as suas obras” (Mateus 16:27).

O pecador irá para o lugar preparado para o diabo e seus anjos. Neste lugar não haverá mais esperança. Ninguém poderá clamar a Deus e obter o perdão de seus pecados. A Bíblia diz que é um lugar “nas trevas onde haverá pranto e ranger de dentes” (Mateus 8:12). Jesus adverte sobre este lugar “onde o seu verme não morre, e o fogo nunca se apaga” (Marcos 9:46).

Quem é filho de Deus não precisa sentir medo quando pensa na volta do Senhor. Jesus virá para levar seus filhos para seu lar eterno no céu. Ele pede: “Estai de sobreaviso! Vigiai e orai!

Contate-nos

Pedir Folhetos

Salvação Eterna

Não há nada mais importante neste mundo do que a salvação da nossa alma. A salvação determinará onde passaremos a eternidade.

Jesus Cristo resume a grande urgência deste assunto com a seguinte pergunta: “Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).

A salvação está intimamente relacionada à vida eterna. “E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna” (1 João 2:25). “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Jesus disse: “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (João 14:2-3). Este é o lugar de vida sem fim onde “não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor” (Apocalipse 21:4).

Segundo a Bíblia, os que não têm salvação estarão perdidos eternamente. Jesus “dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos… E irão estes para o tormento eterno” (Mateus 25:41, 46). Jesus diz que no fim ele enviará seus anjos para reunir todos os que praticaram a iniquidade para lançá-los “na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes” (Mateus 13:42).

“Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9:27).

Há salvação em Jesus Cristo

Texto completo de: Salvação Eterna

Todos precisam de um Salvador. A própria Maria, mãe de Jesus, falava de “Deus meu Salvador” (Lucas 1:47). Como todos nós, ela também precisava de um Salvador, pois todos temos pecado. A Bíblia diz: “Não há um justo, nem um sequer… Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:10, 23). São os nossos pecados que nos separam de Deus.

Jesus Cristo é o Salvador do mundo. Depois de conversarem com Jesus, algumas pessoas disseram: “Nós cremos; porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo” (João 4:42). Falando de Jesus, o apóstolo Pedro exclamou: “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12). O apóstolo João escreveu “que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo” (1 João 4:14). Também lemos que “esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens” (1 Timóteo 4:10).

Jesus Cristo morreu por nossos pecados (leia 1 Coríntios 15:3). João nos diz que Jesus morreu “pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo” (1 João 2:2). A morte de Jesus na cruz e sua ressurreição nos reconciliaram com Deus e abriram a porta da salvação.

É através do arrependimento dos nossos pecados e o novo nascimento pela fé em Deus que podemos ser salvos. Jesus disse: “Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7).

Numa de suas pregações, o apóstolo Pedro disse: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados” (Atos 3:19).

“Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores” (1 Timóteo 1:15).

Uma advertência da Palavra de Deus

A Palavra de Deus tem advertências que precisam ser entendidas e levadas a sério.

Em Hebreus 4:1 lemos: “Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fica para trás”. Jesus disse: “Vede não vos enganem” (Lucas 21:8).

O engano é um perigo real, pois existe um grande enganador, “a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo” (Apocalipse 12:9). Ele quer nos enganar sobre a salvação. O apóstolo Paulo escreveu sobre “outro Jesus”, “outro espírito” e “outro evangelho” e explica que “o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz” e que seus ministros se transfiguram “em ministros da justiça” (leia 2 Coríntios 11:3-4, 13-15).

O novo nascimento, que acontece através da fé em Jesus Cristo e o arrependimento de todos os seus pecados, muda totalmente a vida da pessoa. “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Coríntios 5:17). Quem realmente nasceu de novo tem o Espírito de Jesus Cristo. “Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (Romanos 8:9).

Quando um pecador penitente nasce de novo, ele abandona seus pecados. O apóstolo João escreve: “Quem comete o pecado é do diabo… Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado” (1 João 3:8-9).

“E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?” (Lucas 6:46).

Continuando salvo

Para continuar salvo depois de ser perdoado por Jesus e ter nascido de novo, há uma coisa básica que precisa sempre estar presente, que é a fidelidade.

Jesus disse: “Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos” (João 8:31).

Jesus também ensinou: “Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo” (Mateus 24:13). Falando com o anjo da igreja em Esmirna ele disse: “Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2:10). E para o anjo da igreja em Sardes, ele disse: “O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida” (Apocalipse 3:5). O apóstolo Paulo escreveu: “Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel” (1 Coríntios 4:2).

Deus julga com severidade a infidelidade. Hebreus 10:26-27 nos diz que “se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários”. Transgressões voluntárias não são perdoadas pelo sangue de Cristo enquanto o transgressor não se arrepender do seu pecado para ser restaurado à  comunhão com ele. O apóstolo Pedro também escreveu: “Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado” (2 Pedro 2:21).

Jesus disse: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me” (Mateus 16:24). Deus promete a salvação eterna para aqueles que são fiéis e lhe obedecem até o fim.

“E agora, filhinhos, permanecei nele” (1 João 2:28).

 

Contate-nos

Pedir Folhetos